.posts recentes

. Palmer & Co Brut Réserve

. Villa Martino

. Permitido 2017

. Joseph Drouhin - Mâcon-Bu...

. Vale do Bonfim tinto 2016

. Vallado rosé 2017

. Hexagon 2005

. Ultreia St. Jacques

. Valle Pradinhos rosé

. Ribeiro Santo Touriga Nac...

.tags

. todas as tags

.arquivos

. Maio 2019

. Novembro 2018

. Setembro 2018

. Maio 2018

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Março 2011

Quinta-feira, 21 de Fevereiro de 2013

Dalva Reserva - Branco 2010


Vinho Dalva Reserva
Tipo / Ano Branco 2010
Castas Viosinho, Malvasia Fina, Códega Larinho
Região Douro
Produtor C da Silva

Aspecto Citrino fechado
Nariz Fruta branca, mineral, lig. Fumado
Boca O ataque é suave e anuncia uma textura cremosa. Com corpo gordo e fresco, a sensação de volume enche a boca e transmite óptima sensação de prazer. Termina longo e elegante.

Opinião Muito bom
Data Prova Fevereiro 2013
Preço €6,70, Garrafeira do Jofre

 

Que belo vinho. Nesta apreciação há uma componente de gosto pessoal muito forte, já que aprecio particularmente brancos com esta sensação cremosa na boca. Dá vontade de o fazer deslizar na boca e apreciar a suavidade e o volume. E foi isso mesmo que fiz, apreciei, saboreei, deliciei-me e deixei os detalhes da degustação para outros vinhos. Esteve soberbo com um robalo no forno. Naturalmente que considero uma óptima relação qualidade/preço, pelo que recomendo vivamente.

publicado por Ricardo Cruz às 23:58
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 
blogs SAPO

.subscrever feeds