.posts recentes

. Vinha Maria 2017

. Pedra do Gato branco 2018

. Bye Bye Summer Wine Party...

. Fagote Grande Reserva 201...

. Pacheca Superior 2015

. Ladeira da Santa Grande R...

. Casa da Senra Loureiro 20...

. Mirabilis Grande Reserva ...

. Palmer & Co Brut Réserve

. Villa Martino

.tags

. todas as tags

.arquivos

. Setembro 2019

. Agosto 2019

. Junho 2019

. Maio 2019

. Novembro 2018

. Setembro 2018

. Maio 2018

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Março 2011

Segunda-feira, 28 de Janeiro de 2013

Diário de bolsa - 28/01/2013

O PSI 20 parece estar a passar uns dias de repouso. Talvez parado para respirar, talvez à espera de tendências. Hoje esteve verdadeiramente flat.

A diminuição do volume do BCP preocupa-me um pouco e decidir vender a 11,2 cts. Está feita a mais-valia de quase 10%, logo, um trade positivo e paz de espírito nos próximos dias. Navegou a maior parte do dia entre 11,1 cts e 11,2 cts, apenas com movimentos pontuais com alguma dimensão. Agora, é tempo de avaliar suportes e resistência e definir momentos de entrada.

A GALP reagiu ao deslize da cotação e fechou quase no máximo do dia €12,28, o que é bom sinal. A batalha com a resistência nos €12,50-€12,60 continua, pelo que mantenho-me de fora a acompanhar.

A Jerónimo Martins fechou acima de €16,00 a manter tendência ascendente. Já não gostei muito do BES, que fechou em cima do €1,10, valor que não gostaria ver quebrado.

A Goldman Sachs reviu em alta os targets da banca, vamos ver se tem algum efeito. Neste momento não tenho um único título, estou um verdadeiro treinador de bancada.

 

 

Nota: Estes posts são apenas registo de operações e reflexões pessoais. Não devem ser interpretadas como aconselhamento, nem assumo responsabilidade pelas consequências para quem seguir algo aqui escrito. Para esse efeito há entidades profissionais e especializadas.

tags:
publicado por Ricardo Cruz às 18:22
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 
blogs SAPO

.subscrever feeds