.posts recentes

. Vinha Maria 2017

. Pedra do Gato branco 2018

. Bye Bye Summer Wine Party...

. Fagote Grande Reserva 201...

. Pacheca Superior 2015

. Ladeira da Santa Grande R...

. Casa da Senra Loureiro 20...

. Mirabilis Grande Reserva ...

. Palmer & Co Brut Réserve

. Villa Martino

.tags

. todas as tags

.arquivos

. Setembro 2019

. Agosto 2019

. Junho 2019

. Maio 2019

. Novembro 2018

. Setembro 2018

. Maio 2018

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Março 2011

Quinta-feira, 11 de Outubro de 2012

Vinha Paz - Branco 2011


Vinho Vinha Paz
Tipo / Ano Branco 2011
Castas Encruzado, Malvasia Fina, Verdelho
Região Dão
Produtor António Canto Moniz


Aspecto Citrino carregado
Nariz Fruta branca, citrinos
Boca Suave na entrada, a presença de boca é o seu forte, com corpo estruturado e volumoso, de textura suave, quase cremosa, bem como boa sensação de frescura. Tem bom final, com a acidez bem ligada ainda a deixar alguma vivacidade cítrica.


Opinião Muito bom
Data Prova Setembro 2012
Preço Cerca de €6,00, Garrafeira Vinhos e Prazeres

 

Conseguimos sentir a fruta branca do encruzado e os citrinos da malvasia, o que aponta para um vinho em integração, pelo que aposto numa evolução favorável nos próximos tempos. De boa qualidade, a presença de boca seduz, fruto do volume e suavidade do corpo. O final é quase elegante, apenas um ligeiro pico de acidez o separa disso. É um belo vinho, só parámos de o beber porque a hora era tardia e a garrafa estava quase vazia. Recomendo.

publicado por Ricardo Cruz às 13:12
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 
blogs SAPO

.subscrever feeds