.posts recentes

. Vinha Maria 2017

. Pedra do Gato branco 2018

. Bye Bye Summer Wine Party...

. Fagote Grande Reserva 201...

. Pacheca Superior 2015

. Ladeira da Santa Grande R...

. Casa da Senra Loureiro 20...

. Mirabilis Grande Reserva ...

. Palmer & Co Brut Réserve

. Villa Martino

.tags

. todas as tags

.arquivos

. Setembro 2019

. Agosto 2019

. Junho 2019

. Maio 2019

. Novembro 2018

. Setembro 2018

. Maio 2018

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Março 2011

Quarta-feira, 10 de Outubro de 2012

Revista de Vinhos - Setembro 2012

 

A RV de Setembro não foi propriamente entusiasmante, mas consegue trazer sempre peças interessantes nos aspectos pedagógico, opinião ou provas que valem o investimento de €4,00.

A capa não deixou os créditos por mãos alheias e anunciou o melhor que iríamos encontrar no interior: brancos com carácter, mais de 70 vinhos de grande nível. A introdução ao painel refere a tendência para aumento de procura de brancos e um perfil de vinho menos marcado pela madeira. As provas mostram quase todos no nível muito bom e uns quantos com preço abaixo de €10,00. Assim, temos oferta de brancos de topo para vários orçamentos.

Mais alguns destaques:

 

- Solar do Loureiro, a casta Loureiro está a ganhar notoriedade (ou estão a tentar dar-lhe notoriedade) e é na região dos vinhos verdes que brilha. Muito interessante;

- Vertical Poças, uma vertical de Portos Colheita invejável;

- Sopas, açordas e migas, está aqui por motivos emocionais. São aquelas recordações de infância que saltam do baú ao virar de uma página.

 

Naturalmente, as referências para procurar nas prateleiras foram imensas: 17. Felizmente para a carteira não são fáceis de encontrar, mas infelizmente o apreciador fica com água na boca (quando preferia vinho...).

tags: ,
publicado por Ricardo Cruz às 13:13
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 
blogs SAPO

.subscrever feeds