.posts recentes

. Vinha Maria 2017

. Pedra do Gato branco 2018

. Bye Bye Summer Wine Party...

. Fagote Grande Reserva 201...

. Pacheca Superior 2015

. Ladeira da Santa Grande R...

. Casa da Senra Loureiro 20...

. Mirabilis Grande Reserva ...

. Palmer & Co Brut Réserve

. Villa Martino

.tags

. todas as tags

.arquivos

. Setembro 2019

. Agosto 2019

. Junho 2019

. Maio 2019

. Novembro 2018

. Setembro 2018

. Maio 2018

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Março 2011

Quarta-feira, 3 de Outubro de 2012

Momenta vs RV - Campolargo - Rosé 2011


Vinho Campolargo
Tipo / Ano Rosé 2011
Castas Pinot Noir
Região Bairrada
Produtor Campolargo


Aspecto Rosa
Nariz Frutos vermelhos, vegetal
Boca Entra suave e mostra de seguida o seu corpo médio e ligeiramente gorduroso. Na boca sente-se uma boa frescura, a acidez parece bem integrada e mostra um perfil mais seco e vinoso. Final médio e elegante, com algum morango a mostrar-se


Opinião Bom
Data Prova Agosto 2012
Preço €6,00 com a Revista Vinhos
Prova RV Este vinho rosado apresenta-se muito delicado de aroma, com sugestões de cereja, leves notas florais, mais elegante que exuberante. Essa elegância confirma-se na boca, refrescada por muito boa acidez, sempre num registo leve e bastante frutado. Um perfil que aliado ao baixo teor alcoólico o torna uma excelente companhia para todas as petisqueiras de verão.

 

Este produtor apresenta vinhos diferentes, mas com o devido rigor na procura de qualidade. Este rosé está à sua imagem: bom e diferente. Não se espere o tradicional vinho docinho de esplanada, mas um estilo mais seco. Gostei.

publicado por Ricardo Cruz às 17:56
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 
blogs SAPO

.subscrever feeds