.posts recentes

. Vinha Maria 2017

. Pedra do Gato branco 2018

. Bye Bye Summer Wine Party...

. Fagote Grande Reserva 201...

. Pacheca Superior 2015

. Ladeira da Santa Grande R...

. Casa da Senra Loureiro 20...

. Mirabilis Grande Reserva ...

. Palmer & Co Brut Réserve

. Villa Martino

.tags

. todas as tags

.arquivos

. Setembro 2019

. Agosto 2019

. Junho 2019

. Maio 2019

. Novembro 2018

. Setembro 2018

. Maio 2018

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Março 2011

Segunda-feira, 25 de Junho de 2012

Bafarela Colheita - Tinto 2010

Vinho Bafarela Colheita
Tipo / Ano Tinto 2010
Castas Touriga Nacional, Touriga Franca, Tinta Barroca
Região Douro
Produtor Brites e Aguiar


Aspecto Vermelho, bordo violáceo
Nariz Floral, frutado
Boca Bom corpo, taninos leves, acidez média. Muito suave na boca, conseguimos sentir o seu corpo como pequenos pedaços de algodão doce. No final médio e suave, além do que mostrou no nariz ainda tem alguns frutos secos para revelar.


Nota 15,5
Data Prova Junho 2012
Preço €5,00, Garrafeira das Artes

 

A casa agrícola da família localiza-se em Várzea de Trevões, concelho S. J. Pesqueira, sub-região Cima Corgo. Os seu respeitáveis 190 ha de área são dominados pela vinha, que se estende pelas encostas junto ao Rio Torto e Ribeira de Galegos.

É o segundo Bafarela Colheita que provo e ambos estiveram muito bem. Vinho sem estágio em madeira, dá às uvas oportunidade para brilharem por si e elas não a descartam. Com corpo acima da média, muito suave, mostra o floral do Douro num perfil algo guloso. Só bem oxigenado mostrou os frutos secos, pelo que respirar mais de meia-hora ou mesmo decantá-lo são opções muito aconselháveis (já o tinha referido para o 2009). A partir desta prova vou usar muito mais vezes o decantador em vinhos jovens. Afinal, a decantação não prejudica a estrutura e a oxigenação é mais conseguida. A acrescentar a isto, nem sempre tenho oportunidade de abrir as garrafas com a antecedência ideal. Este, em particular, ficou como boa referência de vinho sem estágio em madeira. Relação qualidade/preço equilibrada, recomendo que se experimente.

publicado por Ricardo Cruz às 14:13
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 
blogs SAPO

.subscrever feeds