.posts recentes

. Palmer & Co Brut Réserve

. Villa Martino

. Permitido 2017

. Joseph Drouhin - Mâcon-Bu...

. Vale do Bonfim tinto 2016

. Vallado rosé 2017

. Hexagon 2005

. Ultreia St. Jacques

. Valle Pradinhos rosé

. Ribeiro Santo Touriga Nac...

.tags

. todas as tags

.arquivos

. Maio 2019

. Novembro 2018

. Setembro 2018

. Maio 2018

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Março 2011

Quinta-feira, 17 de Março de 2011

Revista de Vinhos - Março 2011

A edição de Março tinha como grande destaque de capa os tintos do Tejo, região com esta designação há dois anos, antes Ribatejo, cuja alteração se terá pretendido associar a uma nova dinâmica.

Em termos de conteúdos, os que se destacaram foram:

- Quinta dos Murças, pela abordagem de um grande produtor Alentejano no Douro, as características do local e pelos vinhos, que prometem;

- Tintos do Tejo, estes painéis transversais são uma bela promoção da região eleita, já que fornece ao leitor uma visão alargada dos produtores presentes, bem como belas pistas sobre os topos de gama e algumas boas compras (relação qualidade/preço). Anotei diversos vinhos apresentados para compra potencial;

 - Moscatel, este artigo é verdadeiro serviço público à divulgação da casta. Conteúdos mais pedagógicos logo no início, complementados por um belo painel carregadinho de boas compras. Muito bom;

- Quinta da Avessada, o texto exala uma paixão contagiante em todas as frases. Haverá algum leitor que não tenha ficado desejoso de passar por lá? Belo contributo para o enoturismo e certamente elogios bem merecidos para quem a fez existir;

- Álvaro Castro, apenas porque não lhe conhecia o percurso e algumas das histórias lá contadas.

Para o final o mais importante, o fim último, a promoção do consumo (moderado, claro) do vinho. O que compraria? Este mês, a RV bateu o record de contributos para a minha lista de vinhos a comprar, dentro do critério de nota mínima 16 e preço máximo €10,00 - €12,00: 20. Se os encontrasse todos teria vinho de qualidade para 6 meses.

tags:
publicado por Ricardo Cruz às 23:33
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 
blogs SAPO

.subscrever feeds