.posts recentes

. Palmer & Co Brut Réserve

. Villa Martino

. Permitido 2017

. Joseph Drouhin - Mâcon-Bu...

. Vale do Bonfim tinto 2016

. Vallado rosé 2017

. Hexagon 2005

. Ultreia St. Jacques

. Valle Pradinhos rosé

. Ribeiro Santo Touriga Nac...

.tags

. todas as tags

.arquivos

. Maio 2019

. Novembro 2018

. Setembro 2018

. Maio 2018

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Março 2011

Sexta-feira, 16 de Dezembro de 2011

Duque de Viseu - Branco 2010

Vinho Duque de Viseu
Tipo / Ano Branco 2010
Castas Encruzado, Malvasia Fina, Bical
Região Dão
Produtor Sogrape Vinhos – Quinta Carvalhais


Aspecto Límpido, amarelo palha
Nariz Cítrico, frutado, floral e mineral
Boca Corpo médio, acidez média. Fresco e suave, acompanha os aromas, com o mineral um pouco mais notório. Final médio, cítrico, floral e mineral


Nota 15,5
Data Prova Dezembro 2011
Preço €3,99, Continente

 

É um vinho que criou alguma empatia comigo, gosto dele. Não está em causa a excelência, mas um equilíbrio entre técnica (na expressão das características das castas) e prazer no consumo, fresco e saboroso. Gostei do 2009 e deste de 2010, que pode ser bebido em 2012 e sabe-se lá até quando (a combinação zona, castas, produtor oferece algumas garantias...). Boa compra, relação qualidade / preço equilibrada.

tags:
publicado por Ricardo Cruz às 12:58
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 
blogs SAPO

.subscrever feeds