.posts recentes

. Vinha Maria 2017

. Pedra do Gato branco 2018

. Bye Bye Summer Wine Party...

. Fagote Grande Reserva 201...

. Pacheca Superior 2015

. Ladeira da Santa Grande R...

. Casa da Senra Loureiro 20...

. Mirabilis Grande Reserva ...

. Palmer & Co Brut Réserve

. Villa Martino

.tags

. todas as tags

.arquivos

. Setembro 2019

. Agosto 2019

. Junho 2019

. Maio 2019

. Novembro 2018

. Setembro 2018

. Maio 2018

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Março 2011

Quarta-feira, 30 de Novembro de 2011

Tapada do Chaves Reserva - Tinto 2005

Vinho Tapada do Chaves Reserva
Tipo / Ano Tinto 2005
Castas Trincadeira, Aragonez, Castelão
Região Alentejo
Produtor Tapada do Chaves Soc. Agric. e Comercial


Aspecto Rubi, ligeiro alaranjado, concentração média
Nariz Frutos vermelhos, especiarias
Boca Corpo médio, taninos redondos, boa acidez. Suave na boca, tem textura sedosa e agradável, e sabores onde domina a fruta. Final longo, com prolongamento médio, com fruta e especiarias bem presentes.


Nota 16,5
Data Prova Novembro 2011
Preço

 

 

Antes de chegar às nossas mãos, este vinho estagia 15 meses em barricas de carvalho e espera mais 12 em garrafa, o que aponta para uma entrada no mercado em boas condições de consumo. Não se estranha, portanto, a suavidade e que pareça uma aposta na elegância, embora, em 2011, já se somaram mais alguns anos de "estágio" em garrafa. Além disso, tem estrutura e acidez que apontam para resistência à passagem do tempo. Pode parecer algo directo, mas na boca tem alguma complexidade, não se limita a fruta e especiarias. Boa companhia para pratos mais condimentados. Muito bom, aprovado por 3 convivas à volta de uma carne à jardineira.

tags:
publicado por Ricardo Cruz às 21:41
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 
blogs SAPO

.subscrever feeds