.posts recentes

. Pacheca Superior 2015

. Ladeira da Santa Grande R...

. Casa da Senra Loureiro 20...

. Mirabilis Grande Reserva ...

. Palmer & Co Brut Réserve

. Villa Martino

. Permitido 2017

. Joseph Drouhin - Mâcon-Bu...

. Vale do Bonfim tinto 2016

. Vallado rosé 2017

.tags

. todas as tags

.arquivos

. Junho 2019

. Maio 2019

. Novembro 2018

. Setembro 2018

. Maio 2018

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Março 2011

Segunda-feira, 14 de Novembro de 2011

Revista de Vinhos - Outubro 2011

Muito boa, a edição de Outubro da RV. Alto nível de interesse da globalidade das peças, bem como algumas surpresas e momentos excelentes.

A capa destacava o painel de tintos de Lisboa, que mostraram qualidade elevada, embora a minha carteira não tenha ficado muito entusiasmada. Quem tiver menos pudor quanto ao montante a pagar por garrafa pode recolher muito boas sugestões. Haja garrafas e distribuição para a procura que vai aparecer para o Erva Pata...

Foi uma leitura devoradora, que destacou:

 

- Real Companhia Velha, novo impulso para uma instituição de referência, que não perderá por investir em alguns retoques na oferta;

- Quinta do Ameal, era apenas um nome e gostei imenso de saber mais sobre este produtor Minhoto, o seu posicionamento e os vinhos diferentes que produz. Vou procurar os Loureiro; a ver se consigo, nem sempre é fácil...;

- Brancos do Dão, a minha carteira ficou bem mais satisfeita com este painel, com qualidade assinalável. Uma grande peça da RV. Tenho apreciado de forma muito especial alguns brancos do Dão, estou a ficar adepto “ferrenho”;

- Jura, a minha ignorância deixou de contar com esta região francesa tão peculiar. Uma surpresa;

- Douro Boys, comentários para quê? O portfolio põe-nos a sonhar... a 300 km's de distância;

- Bicentenário A.A. Ferreira, comemoração à altura da data, o que não é fácil.

 

Com 3 painéis, reportagens e lançamentos, a lista de aquisições tinha que aumentar em proporção: 16 sugestões.

tags:
publicado por Ricardo Cruz às 22:52
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 
blogs SAPO

.subscrever feeds