.posts recentes

. Palmer & Co Brut Réserve

. Villa Martino

. Permitido 2017

. Joseph Drouhin - Mâcon-Bu...

. Vale do Bonfim tinto 2016

. Vallado rosé 2017

. Hexagon 2005

. Ultreia St. Jacques

. Valle Pradinhos rosé

. Ribeiro Santo Touriga Nac...

.tags

. todas as tags

.arquivos

. Maio 2019

. Novembro 2018

. Setembro 2018

. Maio 2018

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Março 2011

Quinta-feira, 10 de Novembro de 2011

LER - Outubro 2011

Gosto de entrevistas a autores. Perceber como convivem com a escrita, uma relação que parece única em cada cobaia que passa pela revista LER. A entrevista a Dulce Maria Cardoso não foge à regra, enriquecida com momentos de partilha da sua experiência de vida, inevitavelmente ligados ao processo criativo.

Gosto de entrevistas, mas não só. Neste período entre a reentré e o Natal, não faltam novidades editoriais para nos tentar. Outros destaques:

 

- Restaurante Book: Um dia ainda passo por lá, artigo convidativo;

- Padre António Vieira: não quero passar por algo que não sou, mas gostei imenso e é um histórico que me desperta imensa curiosidade e respeito;

- Camões: por ser Camões, por gostar d'Os Lusíadas e com o bónus de um ensaio de Eduardo Lourenço. É preciso mais?;

- Lundas: não há palavras para esta realidade, mas uma coisa é fácil de constatar: nunca deixa de ser perturbador;

- Parlamento: Rogério Casanova no Parlamento só poderia dar em destaque.

 

A época é favorável a listas de compras e esta edição não deixou de acrescentar: Ferrugem Americana, de Philipp Meyer; Comissão das Lágrimas, de António Lobo Antunes; O Retorno, de Dulce Maria Cardoso; Obliquidade, de John Kay, De Gaulle, de Éric Roussel e O Som das Lengalengas, de Luísa Ducla Soares e João Vaz de Carvalho.

tags: ,
publicado por Ricardo Cruz às 13:43
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 
blogs SAPO

.subscrever feeds