.posts recentes

. Joseph Drouhin - Mâcon-Bu...

. Vale do Bonfim tinto 2016

. Vallado rosé 2017

. Hexagon 2005

. Ultreia St. Jacques

. Valle Pradinhos rosé

. Ribeiro Santo Touriga Nac...

. Beyra tinto 2015

. Palmer's & Co Vintage 200...

. Quinta do Carmo 2014

.tags

. todas as tags

.arquivos

. Novembro 2018

. Setembro 2018

. Maio 2018

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Março 2011

Quinta-feira, 24 de Maio de 2018

Ultreia St. Jacques

Ultreia_St_Jacques.jpg

Name: Ultreia Saint Jacques

Type:Red

Vintage: 2012

D.O.: Spain, Bierzo

Grape: Mencia

 

Profile: light ruby colour, medium body, intense aroma and flavour (black pepper).

De Espanha chega este tinto da casta Mencia (Jaen no Dão). Cor e corpo médios, mas com intensidade aromática e boa presença na boca. Caráter muito especiado, como também encontramos no Dão. Gostei e esteve muito bem à mesa.

tags:
publicado por Ricardo Cruz às 13:41
link do post | comentar | favorito
Sábado, 19 de Maio de 2018

Valle Pradinhos rosé

Valle_Pradinhos_rose_2015.png

Name: Valle Pradinhos

Type: Rosé

D.O.: Portugal, Trás os Montes

Vintage: 2015

 

Light orange colour; spice, tea and smoke in the nose. Dry. Not the fruity type of rose, liked it very much.

Cor laranja pouco intensa; no nariz, especiarias, chá e fumado (como se tivesse uma passagem por madeira). Seco, sem o perfil frutado de tantos rosés. Protou-se muito bem à mesa com uma feijoada, gostei muito. Claro que alguns convivas estranharam, porque sai do perfil esperado, mas, pessoalmente, é um rosé a que voltarei facilmente. Preço à volta dos €6,00.

tags:
publicado por Ricardo Cruz às 13:28
link do post | comentar | favorito
Sábado, 12 de Maio de 2018

Ribeiro Santo Touriga Nacional 2013

Ribeiro Santo TN.jpg

Name: Ribeiro Santo 
Type: Red
D.O.: Portugal, Dão, Santar 
Grape: Touriga Nacional 
Vintage: 2013
Ageing: 10 months, 2nd year oak barriques
 
The great red grape of Dão in a complex, smooth, rich and very good wine. Liked it very much.
 
Um Touriga do Dão, onde é a casta tinta maior. Não tem a exuberância aromática que tantas vezes encontramos nos varietarais da casta. É mais focado na fruta negra e mostra um toque balsâmico muito interessante. Generoso na boca, com volume, taninos suaves, textura aveludada e bom final. Gostei muito, muito prazer de prova.

 

 

tags:
publicado por Ricardo Cruz às 10:57
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Sexta-feira, 4 de Maio de 2018

Beyra tinto 2015

beyra_tinto_2015.jpg

Name: Beyra Reserva
Type: Red
D.O.: Beira Interior, Portugal
Vintage: 2015
Grapes: Tinta Roriz (Tempranillo), Touriga Nacional
Ageing: 8 months used oak barrels 
Deep ruby colour, black cheries, sweet spice and mineral. High acidity and tannins. Sometimes the wine shows everything, clear aromas, no effort needed. You can feel the grapes and the region, contact with the bridge between Beira Interior and the nearby Douro. Loved it, a real best buy.
 
Este vinho contribuiu para um almoço de domingo muito agradável. A cor carregada apontava para muitos compostos de cor, ou seja, uvas com boa maturação e bastante extração. Os aromas mostraram fruta bem definida, a mineralidade, enfim, sedutores. A memória associou a vinho do porto, o que não surpreendeu, pela proximidade geográfica e as castas utilizadas. Equilíbrio, acidez e muito prazer na prova. Foi uma daquelas provas em que se deu aquele click. Tudo isto num vinho a rondar os €8,00, acho uma muito boa compra. Para o meu gosto, claro...
tags:
publicado por Ricardo Cruz às 17:36
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.links

.pesquisar

 
blogs SAPO

.subscrever feeds