.posts recentes

. Palmer & Co Brut Réserve

. Villa Martino

. Permitido 2017

. Joseph Drouhin - Mâcon-Bu...

. Vale do Bonfim tinto 2016

. Vallado rosé 2017

. Hexagon 2005

. Ultreia St. Jacques

. Valle Pradinhos rosé

. Ribeiro Santo Touriga Nac...

.tags

. todas as tags

.arquivos

. Maio 2019

. Novembro 2018

. Setembro 2018

. Maio 2018

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Março 2011

Terça-feira, 18 de Outubro de 2011

Wine 62 - Setembro 2011

 

A leitura da Wine de Setembro despertou sentimentos variados. Em geral, proporciona uma leitura descontraída e prazerosa a quem gosta de vinho e gastronomia, mas, pelo meio, houve momentos especialmente interessantes, bem como outros bem desafiantes, face à dimensão da peça. Continua em boa forma e a apresentar conteúdos apelativos, além de, este mês, a selecção de vinhos apresentar propostas muito tentadoras.

Passemos, então, aos destaques:

- Castas Portuguesas, Tália;

- Harmonizações, desta vez, Manuel Moreira partilha algumas sugestões para ultrapassarmos harmonizações tradicionalmente complicadas: ovos, sal, vinagre ou chocolate não ficam sem a devida companhia;

- Gastronomia Molecular, para os lado de Espanha um mestre colocou esta abordagem nos píncaros. Por cá, o carácter também é científico e já chegou a mestrado;

- Milagre Português, é uma das minhas mais recentes paixões: vinhos generosos. Se os nossos vinhos DOC e de mesa são de grande nível, nos generosos a origem Portugal significa, com grande probabilidade, excelência. Entre os Madeira e Porto únicos no mundo e Moscatéis que estão entre os melhores, só temos a ganhar em saber mais e valorizar estes nossos tesouros vínicos.

- Áustria, mais um país a apostar no vinho, com boas oportunidades de enoturismo. Os interessados podem encontrar uma reportagem exaustiva;

- Quinta do Vesúvio, de D. Antónia Ferreira até à actual família Symington, o vinhos desta quinta foram e são de qualidade superior. Uma marca de referência e uma vertical de nos deixar de água na boca.

As sugestões adicionadas à lista de compras foram 5, mas com alta qualidade dentro de preços razoáveis. Boa colheita.

tags:
publicado por Ricardo Cruz às 18:39
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 
blogs SAPO

.subscrever feeds