.posts recentes

. Monte São Sebastião Reser...

. Garrafeira dos Sócios dem...

. Parallèle 45 a mostrar o ...

. Quinta de Cidrô Touriga N...

. Vinha Maria 2017

. Pedra do Gato branco 2018

. Bye Bye Summer Wine Party...

. Fagote Grande Reserva 201...

. Pacheca Superior 2015

. Ladeira da Santa Grande R...

.tags

. todas as tags

.arquivos

. Maio 2021

. Maio 2020

. Abril 2020

. Dezembro 2019

. Setembro 2019

. Agosto 2019

. Junho 2019

. Maio 2019

. Novembro 2018

. Setembro 2018

. Maio 2018

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Março 2011

Sexta-feira, 16 de Setembro de 2011

Revista de Vinhos - Setembro 2011

 

 

O destaque de capa da RV de Setembro é uma prova de Tawnies Reserva, o primeiro tipo de categoria especial de Vinhos do Porto. Como apreciador do género, o entusiasmo foi imediato, face à perspectiva de recolher algumas boas sugestões de compra, ou seja, qualidade a preços acessíveis; por outro lado, os tawnies que tenho provado têm indicação de idade, pelo que também esperava perceber um pouco melhor o que caracteriza este segmento reserva. De acordo com a RV, a designação Reserva pode ser utilizada em vinhos com características organolépticas de muito boa qualidade, incluindo complexidade no aroma e no sabor; para apresentar-se como Tawny necessita de um estágio em madeira mínimo de 6 anos. Analisado o painel, encontrámos alguns reservas com boas classificações num intervalo de preço entre €8,00 e €13,00, o que, pessoalmente, entendo ser um preço bem aceitável (não muito longe de alguns vinhos de entrada de gama). Objectivo atingido: algumas sugestões de compra e aumento de conhecimentos.

Em geral, temos mais uma RV com bom nível, em que destaco:

 

- Poças, muito interessante o artigo sobre uma empresa tradicional do Vinho do Porto, que pretende manter a qualidade do seu produto, sempre com os pés assentes na terra;

- Cortes de Cima, sentir a procura da excelência, acompanhada de profissionalismo e inovação é sempre de destacar;

- Radoux, há muitos tipos de tanoarias, incluindo as maiores do mundo, cotadas em bolsa e em permanente evolução. Fascinante;

- Herdade do Sobroso, local com oferta bem diversificada, que apetece visitar depois de ler esta bela peça;

- Citrinos, eles estão em todo o lado e Fernando Melo consegue dissecar as diversas formas e estados em que estes omnipresentes frutos se apresentam, num dos seus textos mais objectivos (ou seja, inteligíveis).

 

A lista de compras usufruiu de uma boa safra: 13 referências, incluindo 3 Vinhos do Porto Reserva.

 

tags:
publicado por Ricardo Cruz às 13:28
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 
blogs SAPO

.subscrever feeds