Este blog é a materialização de duas necessidades humanas: expressar o que nos passa pela cabeça e guardar para consulta futura. Não possuo formação específica sobre as matérias abordadas, logo, este blog é apenas um espaço aberto de opinião.

.posts recentes

. Dona Maria 1974

. Bafarela Grande Reserva 2...

. Quinta Cidrô Boal 2014

. Ventozelo Reserva 2014

. Castello D'Alba Vinhas Ve...

. Luís Pato Maria Gomes

. Langhe Nebbiolo 2010

. Ribbonwood Pinot Noir 201...

. Framingham Classic Riesli...

. Quinta do Vallado Field B...

.tags

. todas as tags

.arquivos

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Março 2011

Terça-feira, 2 de Setembro de 2014

The Lost Corner - tinto 2010

 

  Vinho The Lost Corner
Tipo / Ano Tinto 2010
Castas  
Região Trás-os-Montes
Produtor Maria Antónia Mascarenhas
 
Opinião Muito bom
Data Prova Agosto 14
Preço Cerca €15,00

 

Primeiro contacto com este The Lost Corner, gama acima do mais conhecido Valle Pradinhos. Rubi ainda com nuances violáceas, aroma intenso, perfil a lembrar o douro, com fruta e especiarias em destaque. Muito bem na boca, com bom corpo, boa estrutura de taninos finos e envolvidos e uma acidez impecável, que confere frescura e equilíbrio ao vinho. Muito gastronómico, tem tudo para ser um sucesso à mesa. Bebi-o com um perú no forno e a harmonização foi ótima: vinho e comida comunicaram bem na boca, sem sobreposições nem antagonismo. Na prova é um vinho entusiasmante, muito agradável nos sabores, fresco e sedutor. Bem conseguido, com preço adequado.

Como vou recordar este vinho: Vinho muito bom, acidez irrepreensível, com harmonização impecável. Preço ajustado para a boa qualidade apresentada. Um vinho que fica na memória.

tags:
publicado por Ricardo Cruz às 13:50
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.links

.pesquisar

 
blogs SAPO

.subscrever feeds