Este blog é a materialização de duas necessidades humanas: expressar o que nos passa pela cabeça e guardar para consulta futura. Não possuo formação específica sobre as matérias abordadas, logo, este blog é apenas um espaço aberto de opinião.

.posts recentes

. Wine - Outubro 2012

. Wine - Maio 2012

. Wine - Abril 2012

. Wine - Março 2012

. Wine - Fevereiro 2012

. Wine - Janeiro 2012

. Wine - Dezembro 2011

. Wine 63 - Outubro 2011

.tags

. todas as tags

.arquivos

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Março 2011

Terça-feira, 11 de Dezembro de 2012

Wine - Outubro 2012

 

 

A Wine de Outubro destacou-se por conteúdos de dimensão acima da média. Um deles mereceu destaque de capa: a francesinha. Não sou especial apreciador do petisco, mas o roteiro e as histórias da peça foram muito interessantes de acompanhar. Curioso o destaque para um blogue de vinhos nacional, o primeiro desde que compro a revista, que também mereceu atenção especial na blogosfera: copo de salto alto. Parabéns à Carla Reis e aos bloggers de vinhos, que aos poucos ganham espaço neste pequeno mundo e já aparecem em eventos e imprensa profissionais.

Em mais uma edição interessante destacaram-se:

 

- Aprenda com o Master, desta vez, João Pires leva-nos até à Eslovénia e à Croácia. Muito interessante;

- Vindimas com Pedro Batista, em plena época alta, o enólogo reponsável por vinhos como Pèra Manca, Cartuxa ou Poliphonia permitiu a companhia da revista e uma bela reportagem;

- Malhadinha, projecto global de produção e enoturismo, em Albernoa, num Alentejo com muita água, cresce e afirma-se cada ano que passa.

 

Sugestões de compra: 6.

tags: ,
publicado por momenta às 18:09
link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 26 de Junho de 2012

Wine - Maio 2012

A Wine de Maio chegou às minhas mãos em Junho. Nada problemático, claro, apenas se destacou pela evolução nos últimos 2 anos. Quando comecei a ler esta revista encontrava-a antes da congére de Vinhos, posteriormente começou a aparecer depois e desta vez “saltou” o mês. Mera curiosidade numa edição muito boa, que destacou o Peixe em Lisboa e os chefes que por lá passaram. Como apreciador de peixe tenho particular prazer em verificar o sucesso do evento e a notoriedade que o “nosso” peixe (na verdade, o peixe pescado nas nossas águas territoriais) tem a nível internacional. Para mim, a grande peça da revista foi sobre Bordéus, devido à minha falta de conhecimento sobre a região, colmatada com informação bastante útil e reveladora da sua realidade. Por exemplo, sabem qual o peso dos Grand Cru na região? Aqueles que vendem a preços exorbitantes? E o preço médio, no produtor, uma garrafa de vinho da região? Os menos conhecedores poderão ficar surpreendidos.

Mas não foi a única a merecer destaque, em mais uma edição muito boa:

 

- Restaurantes, despertou-me curiosidade pelo JazzCome;

- Casta, Cabernet Sauvignon;

- Macau, uma passagem muito interessante pela nossa ex-colónia, a mostrar o panorama gastronómico actual e a sublinhar que os vestígios da nossa passagem estão bem presentes e para ficar;

- Billecart Salmon, nos relatos destas invejáveis visitas não são as provas o mais importante. É mesmo o posicionamento, a visão e os métodos de vinificação que trazem real valor acrescentado a quem lê. Também se destacou a boa escrita de Fátima Iken.

 

Vinhos anotados para possível compra: 3.

tags: ,
publicado por momenta às 18:03
link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 11 de Maio de 2012

Wine - Abril 2012

 

A edição de Abril da Wine foi diferente do habitual. Admito que associado ao evento Rota das Estrelas que ocorreu no Funchal, a Madeira foi objecto de um destaque especial. Tivemos peças sobre diversos pontos fortes da ilha e como resultado final um conjunto de informações de alto interesse. Muito bem.

No cômputo geral, sentimos a Wine de regresso a edições de alto gabarito, foi um óptimo número.

A destacar:

 

- Casta, Cerceal Branco;

- Harmonizações, o regresso deste segmento, com uma perspectiva diferente: harmonizar castas;

- Vinho da Madeira, no especial não poderia faltar o vinho da Madeira, tal como não poderia deixar de ser destacado. Rui Falcão fez um belo artigo de abrangência global, da vinha à prova;

- Marquês de Borba Reserva, uma vertical de uma marca de referência, a mostrar-se em grande forma desde 1997;

- Banana da Madeira, destaque para uma peça muito informativa sobre um produto nacional importante.

 

Mais 9 vinhos se juntaram à lista de possíveis compras.

tags: ,
publicado por momenta às 12:51
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 18 de Abril de 2012

Wine - Março 2012

 

Em Março, tivemos uma Wine de leitura leve e agradável, com algumas histórias e uma peça mais desenvolvida sobre os vinhos da Nova Zelândia. Sacrificou o peso de um dos seus pontos fortes, os artigos de opinião, este mês limitado a José Penin, Luís Costa e Miguel Júdice. Luís Costa destacou o espumante Casa do Valle Grande Reserva Bruto 2003 como a revelação da EV 2011. Curiosamente, também o provei na Essência do Vinho, gostei muito e transmiti ao produtor a mesma opinião de um pvp bem competitivo.

Os destaques desta edição são:

 

- Casta, Tinta Francisca;

- Catering, os bastidores do serviço de catering de um casamento. Um destaque interessante a uma realidade com tendência a ficar longe dos holofotes;

- Nova Zelândia, bela peça sobre 6 produtores de referência, sem esquecer a história e as especificidades das regiões. Muito bom;

- Top 10, escolher os melhores nunca é absoluto e o melhor para uns não é o melhor para outros. Os 10 escolhidos pelo júri da Essência de Vinho, no entanto, não deixam de representar uma amostra do que temos de melhor em Portugal.

 

Quanto a sugestões de compra, mais 7 vinhos se juntaram à lista.

tags: ,
publicado por momenta às 13:06
link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 16 de Março de 2012

Wine - Fevereiro 2012

 

 

Na Wine de Fevereiro aparecem as primeiras peças com carimbo Brasil, com Salvador da Bahia como base. Consequências naturais da “exportação”. De resto, voltamos a ter uma edição pragmática e objectiva, focada nos seus pontos fortes. Diminuiu o número de páginas, mas, como se diz de alguns vinhos, ganha em concentração, ou seja, qualidade por cm2. Assim, torna-se bem mais coesa, uma boa opção.

Em termos de conteúdos preferidos tivemos::

 

- Casta, Tinta Carvalha;

- Vinhos do Canadá, conhecido pelo Ice Wine, este país tão frio e a norte regista um crescimento de realçar na produção de vinhos. Uma novidade;

- Ruinart, uma reportagem em França, nas caves da Ruinart. É preciso dizer mais?

- Vertical Pintas, começou em 2001 e a Wine provou-os todos. Resultado: entre 17 e 19. Portugal e Douro, grandes vinhos (não só Douro, mas neste caso sim).

 

Boa safra, com 11 sugestões de compra anotadas.

tags: ,
publicado por momenta às 18:17
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 2 de Fevereiro de 2012

Wine - Janeiro 2012

 

 

As edições de início de ano têm um atractivo muito especial: o balanço do ano anterior e a divulgação dos melhores. A Wine fê-lo logo em Janeiro, portanto, temos muitos motivos de interesse para passar os olhos nesta edição. Não vou comentar as escolhas, não tenho conhecimentos para tal; mas também não surpreendem, com um madeira no topo do pódio, acompanhado por muito Porto e Douro, algum Alentejo e ainda espaço para Lisboa e Verdes (2 Soalheiro). Como se não chegasse, as provas do mês ultrapassam as 100 e a excelência não faltou. É uma edição indispensável para quem gosta de recolher sugestões da área impressa dos especialistas na matéria. Os melhores não se ficam pelos vinhos, também se estendem a outros protagonistas do mundo dos vinhos e da gastronomia (certamente escolhas acertadas, face ao que de bom se faz em Portugal nestas áreas). Assim, a revista fugiu-me das mão com rapidez, dado o espaço exíguo disponível para as restantes peças. Resta, então, destacar os outros componentes que me despertaram maior interesse:

 

- Casta, Diagalves;

- Boerl & Kroff, a exclusividade da casa que produziu o champanhe preferido de Charles de Gaulle e que lança o B, espécie de entrada de gama, com um preço indicativo de €230,00. Champanhes a custar €4.550,00? É mesmo aqui;

- Bolinhol de Vizela, há artigos assim, simplesmente surpreendentes.

 

É claro que foi uma torrente de vinhos anotados para possível compra: 18.

tags: ,
publicado por momenta às 19:50
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 9 de Janeiro de 2012

Wine - Dezembro 2011

 

 

Quando terminei a leitura desta edição da Wine fiquei deveras pensativo. Estava perante um número atípico, com menos conteúdos sobre vinho do que o habitual e um peso superior da componente gastronómica. De facto, esta situação levanta questões: Coincidência? Custos? Alteração de posicionamento? Era a edição de Dezembro, época em que o vinho tem protagonismo reforçado nas preocupações das pessoas (até o grão de areia que é este humilde espaço teve record de visitas entre 22 e 24 Dezembro...), pelo que estranhei. Bem, a confirmar nas próximas edições. Este aspecto não prejudicou a boa qualidade da revista, que manteve os seu bons colunistas e conteúdos habituais. A reportagem sobre o Oporto Wine Tourism Forum foi componente central, com vários convidados de créditos firmados e conteúdos críticos sobre um complemento cada vez mais importante da produção pura de vinho. Uma reportagem com dimensão ponderada e com contenção adequada na descrição dos conteúdos principais. Houve ainda vários outros componentes da revista que me agradaram em especial:

 

- Castas, Borraçal;

- Harmonizações, em Dezembro, só poderia ser um artigo sobre harmonizações com diversas formas de cozinhar bacalhau (as minhas ceias foram com Encruzado e Alvarinho);

- Burmester Colheitas, começa a ser repetitivo, mas estas verticais de generosos fazem-me sonhar (ok, roer de inveja também...).

 

Para lista de compras foram mais 10 sugestões, quase todas com relação preço/classificação muito boa.

tags: ,
publicado por momenta às 19:14
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 16 de Novembro de 2011

Wine 63 - Outubro 2011

 

 

 

Mais um olhar sobre a realidade dos vinhos neste rectângulo e ilhas, desta vez através da Wine. Leitura leve e agradável, que permite que olhos e dedos deslizem pelas suas páginas de forma descontraída, mas também interessada. E assim foi a edição 63 da Wine, descontraída e interessante. Nesta revista destacam-se alguns colunistas, que, pela sua capacidade de materializar os seus conhecimentos e experiências na forma escrita, aportam um contributo de assinalar. Por outro lado, começa a destacar-se como menos positivo as reportagens exaustivas de eventos produzidos pela Essência do Vinho, desta vez Essência do Gourmet entre as páginas 74 e 99... só vi as fotos.

Houve, também, momentos de particular interesse:

- Castas, Marufo;

- Aprenda com o Master, João Pires fala-nos do Sherry produzido na Andaluzia, onde a casta Palomino brilha e cuja fermentação é famosa pela formação de...Para saber mais, há que Investigar na Wine e aprender directamente do Master;

- H. Blin, Champanhe low cost, está tudo dito:

- Provas inesquecíveis, 200 anos de Blandy's e Antónia Adelaide Ferreira só poderiam originar algo deste tipo. Para quem lá esteve...

- Luís Pato Vinha Formal, uma referência do vinho em Portugal, que faz com Bical um branco personalizado. Uma prova vertical bem interessante.

No final, mais 7 vinhos seguiram para a lista de compras.

tags: ,
publicado por momenta às 17:26
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.links

.pesquisar

 

blogs SAPO

.subscrever feeds