Este blog é a materialização de duas necessidades humanas: expressar o que nos passa pela cabeça e guardar para consulta futura. Não possuo formação específica sobre as matérias abordadas, logo, este blog é apenas um espaço aberto de opinião.

.posts recentes

. Monte da Raposinha - Tint...

. Restrito - branco 2012

.tags

. todas as tags

.arquivos

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Março 2011

Quarta-feira, 9 de Março de 2016

Monte da Raposinha - Tinto 2012

V_Monte_Raposinha_T_12.JPG

No trimestre do Alentejo 2016 passou pela mesa este tinto de 2012. Foi elaborado pelo produtor com o mesmo nome e enologia de Susana Estéban, da zona de Montargil. Identifica algumas das castas mais utilizadas atualmente na região: Touriga Nacional, Syrah e Alicante Bouschet. O preço fica abaixo dos €10,00.

Gostei muito do vinho, que me despertou uma sensação interessante. Enquanto acompanhava mais um belo almoço de domingo, a minha atenção focou na frescura e na presença notória de taninos (muito amigáveis) E lá refletia que não se enquadrava no perfil mais tradicional Alentejano - maduro, concentrado, muito redondo - quando olhei para o mapa confirmei que Montargil fica na zona Norte do Alentejo (Ponte de Sôr) e, note-se, a norte de Lisboa. De facto, o vinho mostrava características (aromas, presença de boca, etc...) que encontramos muito facilmente na região do Tejo, o que não é de admirar, face à localização geográfica.

Mais do que o lado muito agradável do vinho, foi um momento em que comecei a olhar para o Alentejo de outra forma, mais sensível à geografia e aos diferentes Alentejos que esta região em mudança tem para nos dar a conhecer.

publicado por Ricardo Cruz às 17:24
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 6 de Janeiro de 2014

Restrito - branco 2012

  Vinho Restrito
Tipo / Ano Branco 2012
Castas Viosinho, Rabigato
Região Douro
Produtor Restrito, Produtos Vinícolas
 
Aspecto Amarelo citrino
Nariz Mineral, citrinos
Boca O ataque é suave e fresco. Na boca sentimos corpo médio, boa frescura. Mostra a acidez do Douro, vincada mas equilibrada. Termina médio, seco, fresco e cítrico.
 
Opinião Bom
Data Prova Dezembro 2013
Preço  

 

Gostei do vinho logo nos aromas, onde se identifica o perfil Duriense. Na boca, a frescura confirma o caráter e apenas o final limonado dá um toque mais transversal. Um vinho fresco e seco, a pedir comida a acompanhar.

Como vou recordar este vinho?

Agradável, seco, com o caráter do Douro a mostrar-se

publicado por Ricardo Cruz às 09:00
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.links

.pesquisar

 
blogs SAPO

.subscrever feeds