Este blog é a materialização de duas necessidades humanas: expressar o que nos passa pela cabeça e guardar para consulta futura. Não possuo formação específica sobre as matérias abordadas, logo, este blog é apenas um espaço aberto de opinião.

.posts recentes

. Chateau Roque Le Mayne - ...

.tags

. todas as tags

.arquivos

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Março 2011

Sexta-feira, 19 de Abril de 2013

Chateau Roque Le Mayne - Tinto 2006


Vinho Chateau Roque Le Mayne
Tipo / Ano Tinto 2006
Castas
Região Cotes de Castillon
Produtor Chateau Roque Le Mayne

Aspecto Rubi
Nariz Tosta, fumados, madeira
Boca Após uma entrada suave, na boca mostra corpo médio, taninos redondos, acidez média. Termina médio, seco, com fumados e tabaco.

Opinião Bom
Data Prova Março 2013
Preço

 

Uma garrafa que apareceu num simpático almoço de Domingo, trazida por um familiar que dá uma voltas pela Europa. Numa passagem por França, escolheu este bordéus.

De França chega-nos um vinho bem marcado pela madeira, frescura interessante e estágio  a conferir um caráter bem seco. Conheço poucos vinhos nacionais com este perfil, já que por cá se aposta num trabalho de barrica mais suave, o único que me lembro é o Serra Mãe 2005. Este não deslumbra, embora seja um vinho de qualidade.

publicado por momenta às 09:06
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.links

.pesquisar

 

blogs SAPO

.subscrever feeds