Este blog é a materialização de duas necessidades humanas: expressar o que nos passa pela cabeça e guardar para consulta futura. Não possuo formação específica sobre as matérias abordadas, logo, este blog é apenas um espaço aberto de opinião.

.posts recentes

. Dona Maria 1974

. Bafarela Grande Reserva 2...

. Quinta Cidrô Boal 2014

. Ventozelo Reserva 2014

. Castello D'Alba Vinhas Ve...

. Luís Pato Maria Gomes

. Langhe Nebbiolo 2010

. Ribbonwood Pinot Noir 201...

. Framingham Classic Riesli...

. Quinta do Vallado Field B...

.tags

. todas as tags

.arquivos

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Março 2011

Quarta-feira, 28 de Janeiro de 2015

Cem Reis 2012 e uma carne deliciosa

V_Cem Reis_T_12.jpg

Este vinho apresenta muito do que associamos ao Alentejo, já que se mostra bem concentrado na cor, boa intensidade de aromas, corpo generoso, enfim, perfil de boas maturação e extração. O nariz é muito focado na fruta madura e especiarias, na boca mostra-se fresco e suave, com taninos redondos e bem envolvidos. Termina com boa persistência. Devemos notar que o vinho é um varietal de Syrah, casta internacional que tão bem se adaptou ao alentejo, que favorece essa concentração ao nível de cor e aromas. Como cereja em cima do bolo, é um vinho muito apelativo, que se bebe com muito prazer.

A harmonização foi com um prato de carne habitual, que passa pelo forno e apresenta uns bons nacos. Aproveito essa consistência para acompanhar com vinhos mais jovens e/ou taninosos, já que acompanham a força da carne e esta acomoda a potência do vinho. Neste caso, os taninos estavam bem envolvidos, redondos, portanto, tivemos mais um feliz encontro de texturas suaves.

Cem_Reis_Prato.jpgComo vou recordar este vinho: Um vinho cheio de força e concentração, mas muito polido e a dar grande prazer na prova. Gostei muito.

 

Vinho Cem Reis Produtor Herdade da Maroteira
Tipo / Ano Tinto 2012 Opinião Muito bom
Castas Syrah Data Prova janeiro 2014
Região Reg. Alentejano Preço  
publicado por Ricardo Cruz às 12:49
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.links

.pesquisar

 
blogs SAPO

.subscrever feeds