Este blog é a materialização de duas necessidades humanas: expressar o que nos passa pela cabeça e guardar para consulta futura. Não possuo formação específica sobre as matérias abordadas, logo, este blog é apenas um espaço aberto de opinião.

.posts recentes

. Palmer's & Co Vintage 200...

. Quinta do Carmo 2014

. Dona Maria 1974

. Bafarela Grande Reserva 2...

. Quinta Cidrô Boal 2014

. Ventozelo Reserva 2014

. Castello D'Alba Vinhas Ve...

. Luís Pato Maria Gomes

. Langhe Nebbiolo 2010

. Ribbonwood Pinot Noir 201...

.tags

. todas as tags

.arquivos

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Março 2011

Quarta-feira, 3 de Abril de 2013

Diário de bolsa - 02/04/2013

A depressão no PSI 20 continua, com 5 sessões negativas consecutivas. A banca tem sido o sector mais afectado, naturalmente, dado que Chipre continua a condicionar o optimismo dos investidores.

BES e BCP apenas conhecem o caminho da descida, pelo que o melhor é estar de fora e esperar a inversão.

A GALP mostra boa resistência e encontra-se em valores que não conhecia desde Janeiro. Parece ter regressado às boas graças dos investidores e a mostrar-se um título de refúgio neste momento negativo. Está a cavalgar as médias móveis de curto prazo, o que é bom sinal.

A JM ainda não estabilizou desde a apresentação dos resultados de 2012, mas teve uma subida superior a 2%, superou a média móvel de curto prazo e quem sabe está a voltar à ribalta a que já nos habituou. Ainda está instável, mas é um dos melhores títulos do PSI 20.

A conjuntura continua favorável para os ursos e o PSI aproxima-se da zona de suporte dos 5700 pontos, que na opinião de muitos separa o bull do bear market.

 

Nota: Estes posts são apenas registo de operações e reflexões pessoais. Não devem ser interpretadas como aconselhamento, nem assumo responsabilidade pelas consequências para quem seguir algo aqui escrito. Para esse efeito há entidades profissionais e especializadas.

tags:
publicado por Ricardo Cruz às 09:10
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.links

.pesquisar

 
blogs SAPO

.subscrever feeds