Este blog é a materialização de duas necessidades humanas: expressar o que nos passa pela cabeça e guardar para consulta futura. Não possuo formação específica sobre as matérias abordadas, logo, este blog é apenas um espaço aberto de opinião.

.posts recentes

. Bafarela Grande Reserva 2...

. Quinta Cidrô Boal 2014

. Ventozelo Reserva 2014

. Castello D'Alba Vinhas Ve...

. Luís Pato Maria Gomes

. Langhe Nebbiolo 2010

. Ribbonwood Pinot Noir 201...

. Framingham Classic Riesli...

. Quinta do Vallado Field B...

. Herdade dos Grous 23 Barr...

.tags

. todas as tags

.arquivos

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Março 2011

Quarta-feira, 26 de Junho de 2013

Relógio de Sol - tinto 2006


Vinho Relógio de Sol
Tipo / Ano Tinto 2006
Castas Touriga Nacional, Touriga Franca, Tinta Roriz
Região Douro
Produtor José António Cardoso Coelho

Aspecto Rubi fechado, opaco
Nariz Frutos vermelhos maduros, frutos secos
Boca Entra suave. Na boca mostra corpo médio, taninos evoluídos, boa frescura. Suave e polido, termina longo, elegante, com boa persistência.

Opinião Muito bom
Data Prova junho 2013
Preço €3,90, Garrafeira Vinho e Prazeres

 

A Quinta de Tourais situa-se em Cambres, Lamego, sub-região Baixo Corgo. Este vinho foi elaborado a partir dos seus 8 hectares de vinha.

Quem tem medo de um vinho de 2006? Foi uma boa surpresa comprar um vinho de €3,90, colheita de há 7 anos e encontrar um néctar de puro prazer. Sendo um vinho sem filtração, aconselha-se decantação e longo arejamento. Depois mostra um perfil onde tudo é suave e saboroso, com a complexidade que o tempo proporciona a lembrar alguns vinhos do porto. Simplesmente encantou-me. Recomendaria, mas nesta garrafeira já está esgotado.

publicado por Ricardo Cruz às 08:32
link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 21 de Junho de 2013

Edmun do Val Reserva - Branco 2009


Vinho Edmun do Val Reserva
Tipo / Ano Branco 2009
Castas Alvarinho
Região Regional Minho
Produtor Quinta Edmun do Val

Aspecto Amarelo
Nariz Fruta branca, mineral, balsâmico
Boca O ataque é suave e fresco. Na boca apreciamos o seu bom corpo, textura suave e boa frescura. Com sensação de volume, tem presença muito agradável. Termina longo, com boa persistência, elegante e complexo.

Opinião Muito bom
Data Prova junho 2013
Preço PVP €13,00-€15,00

 

Um produtor que procura excelência apresenta um alvarinho com maceração pelicular, battonage e longo estágio em garrafa antes de sair para o mercado. Este vinho apresenta as boas características de um alvarinho com evolução: mantém boa frescura, mas está bem mais suave, com a acidez a ter menor protagonismo. Não tem perfil consensual, mas apresenta grande qualidade. Gostei muito.

tags:
publicado por Ricardo Cruz às 19:51
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 17 de Junho de 2013

Alabastro - Tinto 2011


Vinho Albastro
Tipo / Ano Tinto 2011
Castas Aragonez, Trincadeira, Cabernet Sauvignon
Região Reg. Alentejano
Produtor Aliança Vinhos

Aspecto Rubi
Nariz Frutado
Boca Entra suave. Com corpo médio, não sentimos taninos e a frescura não é o seu forte. Redondo e polido, termina médio com um toque de acidez.

Opinião Bom
Data Prova junho 2013
Preço €3,00, Continente

 

 

Num fim de tarde normal de regresso do trabalho surge o telefonema para um jantar de improviso. A garrafeira estava reduzida no segmento entrada de gama, portanto, há que passar no hiper mais próximo. Bem, já que 2011 está a prometer no Douro, que tal espreitar outras regiões? Passei pelo Alentejo e a escolha foi para o Alabastro, nome tradicional da região, que já não bebia há bastante tempo.

Encontrei neste vinho um Alentejo que bebo cada vez menos, face às mudanças na oferta de região, mas acredito seja autêntico. Um vinho franco, fácil, frutado e agradável, que não encaixa nos padrões modernos, mas não é nada que o menospreze. Indicado para apreciadores de um estilo tradicional, em que dizemos: é um Alentejo.

publicado por Ricardo Cruz às 18:48
link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 11 de Junho de 2013

Castello d'Alba Reserva - Tinto 2011


Vinho Castello d'Alba Reserva
Tipo / Ano Tinto 2011
Castas Tinta Roriz, Touriga Franca, Touriga Nacional
Região Douro
Produtor VDS – Vinhos Douro Superior

Aspecto Vermelho concentrado, nuances violáceas
Nariz Fruta preta, torrado, especiarias
Boca O ataque é suave. Na boca mostra algum corpo, boa frescura, estrutura de taninos leve e envolvida. Acidez bem envolvida, que proporciona um belo equilíbrio. Termina longo, persistência média, saboroso e muito suave.

Opinião Muito bom
Data Prova junho 2013
Preço €4,99, Continente

 

Mais um vinho que acompanho colheita após colheita, pelo menos, desde 2008. Mostra-se de forma consistente uma boa opção no aspeto relação qualidade / preço. Desta vez, acompanha o que se começa a constatar nas provas: 2011 foi um grande ano no Douro. Surge muito suave, fresco, saboroso e, com o adequado arejamento, elegante. Gostei muito e recomendo.

tags: ,
publicado por Ricardo Cruz às 19:02
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 6 de Junho de 2013

Altos de Tamaron Crianza - Tinto 2008


Vinho Altos de Tamaron Crianza
Tipo / Ano Tinto 2008
Castas Tinta del País (Tempranillo, Tinta Roriz)
Região Ribera del Duero
Produtor Pagos del Rey

Aspecto Rubi, algo translúcido
Nariz Fruta madura, madeira (ligeira baunilha)
Boca O ataque é suave. O corpo é mediano, estrutura de taninos residual, boa frescura. Concentrado, consegue transmitir sensação de volume. Termina médio, saboroso, algo guloso e com boa persistência.

Opinião Bom
Data Prova Maio 2013
Preço €4,65, Supermercado Froiz

 

Estamos perante um vinho de Ribera del Duero, zona onde a Tempranillo domina, por cá chamamos Tinta Roriz ou Aragonez. Após fermentação, estagiou 14 meses em barricas novas de carvalho americano e ainda afinou mais 9 em garrafa antes de sair para o mercado. Impressionante como chega às prateleiras nacionais abaixo de €5,00. Para ter a denominação Crianza, necessita de estagiar pelo menos 1 ano em barrica.

Uma incursão muito interessante por um vinho dos nossos vizinhos. Tem um perfil interessante, feito para ser bebido jovem, boa intensidade de aromas e sabores, se apostar em grande extração de corpo e taninos. Tem estágio em madeira, que marca um pouco o vinho, mas sem exageros. Dá um toque guloso, amigo do consumidor. Gostei, tem boa relação qualidade / preço.

tags: ,
publicado por Ricardo Cruz às 19:27
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 5 de Junho de 2013

Pequeno Rebentos Clássico - Branco 2011


Vinho Pequenos Rebentos Clássico
Tipo / Ano Branco 2011
Castas Alvarinho
Região Vinhos Verdes
Produtor Márcio Lopes

Aspecto Amarelo citrino fechado
Nariz Frutado, mineral
Boca O ataque é suave. Na boca sentimos textura suave e uma sensação de volume, fruto de um corpo acima da média. Boa frescura, com acidez bem domada. Termina médio, boa persistência, suave e apelativo.

Opinião Muito bom
Data Prova Maio 2013
Preço PVP cerca de €7,00

 

Tive oportunidade de provar várias vezes este Pequenos Rebentos e gosto cada vez mais dele. É um branco que reúne muito do que gosto no género: textura suave, frescura, acidez integrada, algum corpo e elegância. É um vinho versátil, difícil de parar de beber e muito apelativo. Uma das melhores opções em alvarinhos, especialmente na questão qualidade/preço. Recomendo.

publicado por Ricardo Cruz às 19:19
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.links

.pesquisar

 
blogs SAPO

.subscrever feeds